Search

O ÍCONE DA VIRGEM DE VLADIMIR


O ícone da Santíssima Theotokos foi feito por São Lucas Evangelista em uma placa retirada de uma mesa sobre a qual o Salvador, juntamente com sua Puríssima Mãe e o justo José tomaram refeição. A Mãe de Deus, ao ver a imagem, pronunciou: agora, todas as gerações Me conhecerão por abençoada. Que a graça Daquele que nasceu de mim, assim como a minha própria, estejam com este ícone.

Em 1131 o ícone foi enviado à Rússia desde Constantinopla, ao Santo Mstislav (1132) e encaminhado ao Mosteiro Derviche de Vyshgorod, uma antiga cidade e apanágio à Santa Princesa Olga “igual os apóstolos”. Em 1155, Andrew Bogoliubsky, o filho de Yuri Dolgoruky, trouxe o ícone até Vladimir e o instalou, em 21 de setembro de 1164, na magnífica Catedral da Dormição, onde permaneceu por 230 anos. Nesta época, o ícone recebeu o nome de “Vladimir”.

Em 1395 a Rússia achava-se ameaçada pelo terrível Conquistador do Leste, Tamerlane. O Grande Vasily, filho de Dimitri Dosnkoy, que foi o primeiro a derrotar os Mongóis no Rio Don, reuniu um exército, muitíssimo inferior em números e em força àquele de Tamerlane, tomando posição no Rio Oka, antes de Kolomna. Os fiéis habitantes de Moscou jejuaram e rezaram fervorosamente no período de jejum dedicado à Dormição, ao tempo em que o milagroso ícone da Santíssima Mãe de Deus foi transferido em uma procissão solene de Vladimir a Moscou.

Em 26 de agosto, quando os fiéis de Moscou foram de encontro ao Ícone milagroso no Campo Kuchkovo, Tamerlane teve uma visão onde uma mulher majestosa, envolvida por uma radiação luminosa, mandou que o mesmo deixasse os limites da Rússia. Perguntando sobre o significado desse sonho, lhe foi dito que a mulher radiante era a Mãe de Deus, a grande Protetora dos Cristãos. Nesse momento, Tamerlane retirou-se das fronteiras da Rússia. Em memória deste evento e em honra ao Ícone da Santíssima Theotokos de Vladimir, o Mosteiro da Apresentação do Senhor foi edificado no local onde o ícone havia se encontrado com os habitantes de Moscou em 26 de agosto. Ainda, uma Festa foi instituída para este dia.

Em 1480, o Príncipe Achmet, das Hordas Douradas, invadiu a Rússia e encontrou o exército do Czar Ivan III às margens do Rio Ugra (chamado de a SASH da Mãe de Deus), que protegia as fronteiras da Rússia. Os russos e os tártaros defrontaram-se através do Rio. Enquanto isso, os habitantes de Moscou rezavam à Santíssima Theotokos pela liberdade da capital Ortodoxa. Como resultado, o Achmet retirou-se inesperadamente, deixando os limites da Rússia. Em agradecimento pela libertação do território dos tártaros, uma Festa em honra à Mãe de Deus de Vladimir foi instituída para o dia 23 de junho.

Em 1521, a ajuda milagrosa de Theotokos salvou Moscou das forças de Mahmet-Girei, Príncipe do Tártaros Crimérios, os quais, unidos aos Tártaros Nogai e Kazan, e também aos Lituanos, ameaçaram Moscou. O Czar Vasily reuniu um exército para enfrentar os Tártaros, enquanto o Metropolita Barlaam, junto aos habitantes de Moscou, rezaram com muito fervor para que ficassem livres da destruição.

Nessa ocasião, uma certa Monja piedosa, cega, teve uma visão. Do Portão Spassky do Kremlin, vieram os Hierarcas de Moscou, abandonando a cidade, e levavam consigo o Ícone Vladimir da Mãe de Deus, por conta do que acreditavam ser uma punição de Deus devida pelos habitantes da cidade. Os Hierarcas foram encontrados no Portão Spassky pelos Veneráveis Monges Sergius, de Radonezh, e Barlaam, de Khutinsk, que chorosamente clamavam que eles não deixassem a cidade. Então, os Hierarcas retornaram ao Kremlin, levando de volta o Ícone de Vladimir. Sonho similar passou com o Santo de Moscou, o abençoado Basílio, a quem foi revelado que, pela intercessão da Mãe de Deus e as orações dos Santos, Moscou seria salva.

O Príncipe Tártaro teve uma visão da Mãe de Deus, envolvida por um exército ameaçador que se lançava ao ataque contra os seus regimentos e, temendo, ele partiu, e a Capital da Rússia ficou incolume. Por esta razão, em 21 de maio, a Igreja Russa comemora o ícone da Santíssima Theotokos de Vladimir.

#VIRGEMMARIA

0 views

Rua Vergueiro, 1515, Paraíso, CEP: 04101-000 - São Paulo / Brasil

Tronco Chave : + 55 (11) 5907-8610   ***   E-mail: catedralortodoxa@uol.com.br

 

 

 

© Copyright 2015 IGREJA ORTODOXA ANTIOQUINA - BRASIL

All Rights Reserved * Web Design by Catedral Ortodoxa IT Team

  • Catedral Ortodoxa Antioquina
  • Catedral Metropolitana Ortodoxa – SP – BR