Search
  • catedralortodoxa

São Hilarião, o Grande († 371), 21 de Outubro


São Hilarião nasceu na cidade de Tabatha, ao sul de Gaza, Seus pais eram pagãos idólatras, O jovem fez seus estudos em Alexandria onde teve o primeiro contato com a fé cristã e, aprofundando-se nela aos 15 anos de idade foi batizado, Tendo ouvido falar a respeito de Santo Antão, decidiu visitá-lo no deserto onde permaneceu durante dois meses observando atentamente o modo como vivia o ermitão Depois, sentindo o desconforto pela presença de uma multidão de peregrinos que vinham de todos os lugares ao encontro do Santo para buscar conselhos espirituais, curas para seus enfermos e libertação de possesos, retornou para a sua pátria para lá servir a Deus em absoluta solidão. Como seus pais tivessem morrido durante a sua ausência, Santo Hilarião, tendo presente o exemplo de Ananias e Safira, segundo afirma São João Crisóstomo, doou uma parte de seus bens aos seus irmãos e o que restou deu aos pobres, nada conservando para si mesmo Depois, retirou-se a dez quilômetros de Majuma em direção ao Egito, estabelecendo-se nas dunas entre as margens do mar e um pântano. Era um jovem muito delicado e o excesso de frio ou calor lhe causavam problemas de saúde. Apesar disso, vestia simplesmente uma camisa de pele, uma tûnica de couro que Santo Antão lhe havia presenteado e um curto mante de tecido comum, Por muitos anos, Hilarion não comeu mais do que quinze figos por dia e nunca antes do anoitecer, Como os monges do Egito, trabalhava em cestas de tecelagem, ganhando assim o suficiente para viver, Nos primeiros anos, ele viveu em uma cabana de ramos que ele havia tecido, Mais tarde, numa cela, que Jerônimo havia construído: ela timha um pouco mais de um metro de largura, um metro e meio de altura, ou seja, apenas ligeiramente mais longo do que o seu corpo, Notando que os figos eram comida insuficiente, San Hilarion decidiu comer alguns legumes e um pouco de pão e óleo No entanto, ele não diminuiu suas austeridades, Em determinados períodos, o santo viveu em uma terrível escuridão de espírito, com grande secura e angústia interior; mas o céu parecia surdo aos seus pedidos, no mais Hilarion agarrou-se a oração, Jeronimo observou que, embora o santo eremita vivesse há muitos anos na Palestina, apenas uma vez foi visitar os lugares santos e não ficar mais de um dia em Jerusalém,Vinte anos após a sua chegada no deserto santo. Hilarion realizou o primeiro milagre. Uma mulher casada da cidade de Eleutheropolis, pediu ao santo rezar a Deus para salvá-la da esterilidade, Menos de um ano depois, ela teve um filho, Seguindo o exemplo de santo Hilarion, outros eremitas começaram a se estabelecer na Palestina, O santo costumava ir visitá-los pouco antes de o tempo de colheita, Numa dessas visitas, ele viu o Elusa pagã (sul de Barsaba) se reuniram para adorar os seus ídolos e orou a Deus com lágrimas por elas, Como Hilarion tinha curado muitos dos pagãos que estavam lá, eles chegaram a pedir sua bênção, No ano 356 ele teve uma revelação sobre a morte de San Antonio Santo Hilarion, já tinha sessenta e cinco anos e estava muito angustiado com o número de pessoas, especialmente mulheres, que vieram com ele para o conselho Assim, Hilarion decidiu deixar a Palestina, A aldeia inteira se reuniu para detê-lo, O santo disse à multidão que não iria comer ou beber até que o deixássem ir embora e fez isso por sete dias, Santo Hilarion voltou a Afroditópolis (Atfiah), onde ele se retirou para o deserto ao redor e dedicado com mais fervor do que nunca para a abstinência e silêncio, Durante três anos ou seja, desde a morte de San Antonio, não tinha chovido na região. As pessoas vieram para implorar as orações de St. Hilarion, a quem ele considerava como o sucessor de San Antonio. O santo levantou os olhos e as mãos para o céu e imediatamente, uma forte chuva atingiu, Muitos agricultores e pastores foram curadas de picadas de cobra para ungir com óleo abençoado por São Hilarion. Quando ele viu que sua popularidade começou a crescer novamente, ele passou um ano em um oásis no deserto a oeste; finalmente, como não conseguiu viver escondido ele decidiu deixar a Sicília com um parceiro, em seguida, levou-o a Epidauro, na Dalmácia (Ragusa). Mas os milagres operados San Hilarion não o permitiram viver ignorado, Jerome observou que, como resultado de um terremoto, o mar ameaçou invadir a terra. Em seguida, os habitantes, muito alarmados, San Hilarion levou para a praia, como que por sua presença desejava levantar um baluarte contra os estragos do mar, O santo cravou três cruzes na areia e estendeu os braços na direção das ondas furiosas que imediatamente pararam, Sem saber onde se esconder dos olhos do mundo, uma noite ele fugiu para Chipre, em um pequeno navio, e estabeleceu três quilómetros de Paphos, À medida que as pessoas o identificavam mais rapidamente, o santo retirava-se para um lugar quase inacessível onde finalmente pode viver em paz. Morreu alguns anos mais tarde, aos oitenta anos, Um dos que o visitou em sua última doença foi o bispo de Salamina San Epifanio, que relatou mais tarde, por escrito, sua vida para San Jeronimo. San Hilarion foi enterrado perto de Paphos, mas San Hesiquio secretamente retirouou os restos de seu professor e se mudou para sua cidade natal de Majuma.

#avidadossantos #cataquezar

122 views

احتفالات حزيران

Rua Vergueiro, 1515, Paraíso, CEP: 04101-000 - São Paulo / Brasil

Tronco Chave : + 55 (11) 5907-8610   ***   E-mail: catedralortodoxa@uol.com.br

 

 

 

© Copyright 2015 IGREJA ORTODOXA ANTIOQUINA - BRASIL

All Rights Reserved * Web Design by Catedral Ortodoxa IT Team

  • Wix Facebook page
  • YouTube Classic