Search

São Vitalis de Gaza


São Vitalis viveu em um monastério do Egito até seus 6o anos de idade. Mudou-se depois para Alexandria onde desenvolveu uma trabalho que lhe rendeu muitas acusações. Sua função, como oficial, era contar as prostitutas profissionais da cidade. Cobrava por seu trabalho como diarista. Ao final do dia, do que ganhava usava uma décima parte para se alimentar e distribuía tudo mais às prostitutas dizendo: “Toma isto, e te conserva pura esta noite” e, sob juramento, fazia-lhes prometer não revelar isso a ninguém. Enquanto crescia as acusações contra ele, os olhares de menosprezo vinham de todos os lados. Vitalis passava as noites orando por seus acusadores sem se preocupar em agradar os homens, mas somente a Deus.

Muitas das prostitutas com as quais tratava, ao ver sua vigília e ouvir sua oração permanente pela salvação delas, deixaram suas vidas de promiscuidade, algumas se casaram e outras dedicaram suas vidas à castidade. Uma vez, enquanto Vitális estava saindo daquele lugar, encontrou-se com um jovem que pretendia satisfazer seus prazeres. Este jovem, apesar de sua má conduta, reagiu violentamente face à presença do monge Vitális, reagiu com rancor dizendo: “Até onde seguirás praticando estas más ações, ó negociador de Cristo? O ancião lhe respondeu com benevolência: “Ó, miserável, receberás um golpe tão doloroso que toda Alexandria se reunirá a tua volta”. Pouco dias depois, Vitális adormeceu no Senhor enquanto estava em sua cela. Ninguém teria ficado sabendo de sua morte se não fosse o seguinte: Um dia, veio ao encontro do jovem libertino acima mencionado um escravo negro e lhe deu uma terrível bofetada, dizendo-lhe: “Isto te manda o monge Vitális”. Os gritos de dor do jovem reuniu muita gente em sua volta. Com muita dor, o jovem começou a gritar: “Ó servo de Deus, Vitális, eu pequei muito diante de Deus e de ti”. Algumas pessoas então se dirigiram à cela do estranho monge, encontrando-o prostrado sem movimento. Morreu em oração. Próximo dele encontraram escrito na terra: “Ó, alexandrinos, não julguem precipitadamente a ninguém, até a vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo”. Ao ser divulgada esta notícia, as mulheres ex-prostitutas saíram com velas e mirra em direção à sua cela para embalsamarem seu corpo. Puderam então revelar a todos o que este homem de Deus havia feito por elas para que tivessem alcançado sua pureza, castidade e humildade.

Assim, pois, a vida deste justo nos mostra um martírio-testemunho de santos de Deus que nunca buscam a glória de si mesmos, mas a de Deus. Pelas orações de São Vitális, Senhor Jesus Cristo Nosso Deus, tem piedade de nós e salva-nos. Amém.

#avidadossantos #cataquezar

0 views

Rua Vergueiro, 1515, Paraíso, CEP: 04101-000 - São Paulo / Brasil

Tronco Chave : + 55 (11) 5907-8610   ***   E-mail: catedralortodoxa@uol.com.br

 

 

 

© Copyright 2015 IGREJA ORTODOXA ANTIOQUINA - BRASIL

All Rights Reserved * Web Design by Catedral Ortodoxa IT Team

  • Catedral Ortodoxa Antioquina
  • Catedral Metropolitana Ortodoxa – SP – BR