Search
  • catedralortodoxa

O Grande Mártir Dimitri


Este glorioso e milagroso santo nasceu na cidade de Tessalônica (norte da Grécia), de pais devotos e de descendência nobre. Era filho único de pais estéreis que recorreram a Deus pedindo que um filho lhes fosse dado e, portanto, era especialmente amado e educado. Seu pai era comandante militar em Salônica, e depois de sua morte, o imperador o promoveu ao mesmo posto em substituição ao pai. Segundo alguns ele seria cônsul da Grécia ou governador da província de Tessália, e outras fontes dizem que ele era Diácono da Igreja, mas, de maneira geral, ele é apresentado como militar.

Geralmente os pagãos, naquele tempo, queimavam incenso em honra ao imperador e aos deuses, e ofereciam sacrifícios.

Aconteceu de o imperador Maximiano estar retornando da guerra contra os bárbaros citas, e determinou as celebrações pagãs na cidade de Tessalônica e os inimigos dos cristãos apresentaram queixa ao imperador contra Demétrio, dizendo-lhe que, contrariamente às ordens imperiais, ele não só tolerava os cristãos, como era um deles, pregando o cristianismo, pois o imperador Maximiano, um adversário de Cristo, havia recomendado especialmente a Demétrio perseguir e exterminar os cristãos de Tessalônica. Demétrio não só desobedeceu ao imperador, mas também confessava e pregava abertamente na cidade o Cristo, Senhor. Tomando conhecimento disso, o Imperador se enfureceu contra ele.

para investigar o assunto. Ordenou então que Demétrio fosse chamado à sua presença, interrogando-o acerca de sua fé. Também diante do imperador Demétrio proclamou corajosamente sua fé,

imperador tirada dele titulos e, colocá-lo em uma prisão estava molhada e mau cheiro.

Sabendo o que lhe esperava, Demétrio, entregou seus bens ao seu fiel servo Lupus para que distribuísse aos pobres. Depois foi conduzido à prisão,

Depois de vários dias, o Imperador enviou soldados à prisão para que matassem Demétrio. Na prisão, os soldados imperiais encontraram Demétrio em oração, e o atravessaram com lanças.

Acredita-se que a razão para a sentença de morte tenha sido a vitória do cristão Nestor sobre o pagão Lyaios, pessoa próxima do imperador, em uma luta pública, pois S. Dimitrios havia abençoado Nestor.

Lupus, pegou a vestimenta ensangüentada e o anel do mártir e começou a curar os doentes. Ele inclusive também foi executado.

Os cristãos recolheram secretamente o seu corpo e o sepultaram. De seu túmulo passou a fluir mirra que trouxe a cura a muitos enfermos que recorriam ao lugar por isso o santo recebeu também o epíteto de "Myrovlētēs" (em grego: Μυροβλήτης, "o que exala mirra")

sua relíquias guardada em Uma pequena igreja logo foi construída em nome de São Demétrio na cidade de salônica ,

Quando o imperador Justiniano quis transferir as relíquias do santo, de Salônica para Constantinopla, uma faísca de fogo saiu do interior da sepultura e ouviu-se uma voz que dizia: «Deixe-as aqui e não as toques!» Assim, pois, as relíquias de São Demétrio foram mantidas sempre em Salônica. São Demétrio apareceu e salvou aquela cidade muitas vezes e de muitas calamidades, e os milagres são incontáveis.

Comemoramos támbem neste dia festas dos santos:

São Lupo, mártir que teria sido servo de Demétrio.

São Glikun mártir Morto pela espada

Os Santos Basílio e Artadamidoro receberam o martírio no fogo

Santa Léptina recebeu mortiro arrastada por cavalos

Santo Atanásio de mosteiro de Madekíon em Bitínia foi a monge, e examplo por outros na vida angélica. Ordenação a padre e morreu em paz em ano 804

A Comemoração do Grande Terremoto de Constantinopla

No ano de 740, durante o reinado do Imperador Leo Isaurian, houve um terremoto terrível e prolongada em Constantinopla. O povo considerou este um castigo de Deus por seus pecados, e orou com grande arrependimento para o Mais-santa Mãe de Deus e São Demétrio, até que Deus usou de misericórdia eo terremoto cessou.

#avidadossantos #cataquezar #sãodimitrios

133 views

احتفالات حزيران

Rua Vergueiro, 1515, Paraíso, CEP: 04101-000 - São Paulo / Brasil

Tronco Chave : + 55 (11) 5907-8610   ***   E-mail: catedralortodoxa@uol.com.br

 

 

 

© Copyright 2015 IGREJA ORTODOXA ANTIOQUINA - BRASIL

All Rights Reserved * Web Design by Catedral Ortodoxa IT Team

  • Wix Facebook page
  • YouTube Classic